A tesoura do Governo Federal funcionou mais uma vez. O presidente Michel Temer determinou o corte de R$ 108 milhões nas emendas impositivas da bancada federal do Piauí.  O que havia sido definido como prioridade, na aplicação de recursos para os três senadores e os 10 deputados federais, teve que ser repensado em uma reunião na tarde desta terça-feira em Brasilia. As emendas impositivas de bancadas que são aquelas que o Executivo é obrigado por lei a pagá-las logo.

A emenda de bancada  contemplou o Piauí com R$ 224,6 milhões. Ela foi dividida em duas ações R$ 94,6 milhões para a duplicação da BR 343 (no trecho Teresina sentido ao litoral). E o restante dos recursos R$130 milhões foram destinados a manutenção de unidades básicas de saúde nos municípios, que são as bases eleitorais dos parlamentares. Com a tesoura do contingenciamento feito pelo Governo Federal, o total foi reduzido para R$ 118 milhões. Por isso, a Bancada do Piauí no Congresso Nacional sentou para discutir o corte de R$ 106 milhões e redefinir a aplicação recurso restante no orçamento 2017.

O deputado federal Júlio César (PSD) confirmou ao Blog do Bira os cortes. Ele disse  que a
emenda impositiva da bancada foi dividida da seguinte forma: R$ 91 milhões para as unidade de saúde e R$ 27 milhões para obra na BR 343, o totalizando R$ 118 milhões.

Na  decisão da bancada,  os deputados e senadores  foram na lógica e priorizaram a política, destinando mais recursos para as prefeituras. Uma ação de quem está vendo a eleição de 2018 se aproximar. O valor proposto foi de R$ 130 milhões e ficou em R$ 91 milhões, uma redução de R$ 39 milhões.  E mais uma vez a obra da duplicação da  BR 343 foi prejudicada. Foram retirados R$ 67,6 milhões da emenda. O que era R$ 94,6 milhões foi reduzido para R$ 27 milhões.

Além deste corte, o deputado informou que o Governo Federal reduziu os valores das emendas individuais de R$ 15 milhões para R$ 12 milhões. “O Governo federal disse que não tinha dinheiro para pagar as emendas, por isso contingenciou os valores”, afirmou o deputado.

Apesar do cenário de corte, Júlio César disse que acredita na capacidade do governador Wellington Dias em conversar e negociar para reverter esta situação. Na noite desta terça o governador participou de uma jantar-reunião com o presidente Michel Temer, na pauta troca de apoio político em troca de ajuda financeira.

 

Anúncios

Um comentário em “De olho nas eleições de 2018, bancada manda R$ 91 milhões para a “manutenção de unidade de saúde” em bases eleitorais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s