A imagem é um infográfico feito pelo Diário do Nordeste

O PT não quer que o presidente Michel Temer seja afastado da Presidência da República, mesmo repetindo o discurso do Fora Temer – Governo ilegítimo e golpista. o PT diz uma coisa em público, mas fala e trabalha no sentido contrário nos bastidores em Brasília. O partido quer  a permanência do desgastado e combalido Governo Temer, para recuperar a imagem de Lula, que foi condenado na Operação Lava Jato.

Isso foi mostrado na divisão de pensamento das oposições na Câmara dos Deputados, sobre a votação da autorização para processar Michel Temer. A matéria vai ser apreciada no plenário da Casa na próxima semana. E o racha na oposição é claro, enquanto partidos como a Rede e o PSOL querem a votação da denúncia contra Temer o mais rápido possível, o PT trabalha de uma forma diferente e neste momento prefere que a apreciação das denúncias seja adiada, provocando mais  desgaste no Governo de Michel Temer e que este fato continue até o ano que vem.  A ideia é não aprovar a denúncia e sim trabalhar  politicamente o fortalecimento o projeto Lula 2018.

E este raciocínio ganha força com os números da pesquisa de popularidade divulgada pelo instituto Ipsos Public Affairs, feita na primeira semana de julho, antes do aumento do PIS/ Cofins nos combustíveis. Os números são preocupantes para o PT e desesperadores para Michel Temer.

Segundo a sondagem, Lula aparece com 29% de popularidade, ou seja, no percentual que corresponde ao público que sempre vota no PT. Por isso, o partido corre atrás em refazer a imagem de Lula no eleitorado brasileiro.

A pesquisa de popularidade do Ipsos Public  aponta os seguintes números: Juiz Sérgio Moro – 64%, o apresentador de TV Luciano Huck 45%, o ex-ministro do STF Joaquim Barbosa 44%,  o ex-presidente Lula 29%  e a presidente do STF ministra Carmem Lúcia 28%.

Na mesma sondagem, o presidente Michel Temer tem uma rejeição de 94%, seguido pelo ex-deputado federal Eduardo Cunha (preso em Curitiba) com  93%, o senador Aécio Neves tem 90%, o senador Renan Calheiros 80% e a ex-presidente Dilma Rousseff com 80% de rejeição.

Fator Dilma – No dia 31 de agosto de 2016,  Dilma Rousseff perdeu o mandato e mesmo assim ela ainda não conseguiu recuperar sua imagem, negativa para 80% dos entrevistados. O que dificulta a intenção da ex-presidente em ser candidata ao Senado e consolida uma imagem negativa dos líderes do PT. O mesmo acontecendo com Aécio Neves (PSDB), que tem 80% rejeição entre os entrevistados.

O levantamento foi feito por meio de amostra probabilística e para isso entrevistou, entre os dias 1º e 14 de julho, 1.200 pessoas em 72 municípios brasileiros em todas as cinco regiões do país. A margem é de três pontos percentual.  Veja a pesquisa em: Presidente da República atinge recorde de rejeição

 

Anúncios

Um comentário em “O PT diz fora Temer, mas torce e dá uma força contra o afastamento do presidente

  1. E qual a rejeição à candidatura Lula, 70 por cento? Reaver jamais ele conseguirá. Nem o PT possui outro candidato, em virtude da burrice do próprio Lula. O desgaste do presidente faz um mal pior ao país. Mas isso também não é a preocupação de Lula nem de nenhum partido de oposição.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s