Será vai dar certo desta vez? Na corrida e no esforço para recuperar a popularidade perdida o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai iniciar uma caravana , no dia 17 agosto, pelo Nordeste com um proposito eleitoral, que foca em viabilizar sua candidatura e principalmente sair dos incômodos 30% de popularidade, registrados pelas últimas pesquisas de opinião pública.

O anúncio da caravana foi feito por Lula em uma entrevista, a Rádio  Som Maior, de Criciúma, Santa Catarina. Ele afirmou que vai começar uma caravana, em três semanas, pelo Nordeste do País. Segundo o petista, a viagem começará pela Bahia e levará 21 dias até chegar ao Maranhão.  Com isso ele deve chegar ao Piauí no início do mês de setembro.

Lula reedita as caravanas que ajudaram a construir seu nome e pavimentar sua candidatura vitoriosa a Presidência da República em 2002.  As primeiras foram no período de 1993 a 1996, cinco caravanas que percorreram um total de 359 cidades de 26 estados. No ano de 2001, as caravanas foram retomadas, visitando sete estados e 47 cidades. E este movimento ajudou a criar o clima da onda vermelha das eleições de 2002 que levou Lula e o PT ao poder.

O problema é que hoje, 16 anos depois da última caravana, o cenário para o ex-presidente é completamente diferente. Ele passa por uma grave crise de popularidade, por causa do desgaste da condenação e os processos  que responde por corrupção , dentro da operação Lava Jato. Tudo isso somado à crise politica e econômica. Estes fatores transformam a caravana do líder petista, em uma verdadeira cruzada na busca da popularidade e a recuperação de sua imagem e capital político, que ruíram nos últimos anos. A vantagem é que Lula parte com uma base sólida de cerca de 30%.

Campanha antecipada

Na entrevista, divulgada pela  Exame.com, o ex presidente afirma que vai fazer campanha política. “Nós vamos fazer campanha, sendo candidato ou não. Nós vamos andar pelo Brasil”, disse Lula. “Eu vou começar uma viagem pela Bahia e terminar no Maranhão. Serão visitados 10 estados (do Nordeste), depois eu quero fazer no Sul e no Sudeste, quero fazer no Centro-Oeste, no Norte do País”, disse o ex-presidente.

Ainda segundo Lula, que disse que a viagem seria para ver “como eles estão estragando o País”, o roteiro não inclui trajetos de avião. “Quero viajar de ônibus, de carro, de trem, de barco, que a gente possa ter mais acesso ao povo”, disse.

O petista jogou para seu partido a responsabilidade de se candidatar a 2018. “O PT tem que querer que eu seja candidato, devem ter outras pessoas querendo ser candidatos, afinal de conta o PT tem cinco governadores de estado, vários senadores, vários deputados”, disse, sem citar outro possível presidenciável em seu nome.

Com informações da Exame.com e do Instituto Lula

Anúncios

Um comentário em “Em busca da popularidade perdida, Lula vai fazer caravana pelo Nordeste e deve chegar ao Piauí no início de setembro.

  1. Lula deveria antes, tentar levantar sua credibilidade respondendo aos processos que pesam sobre si, com isso reconquistaram a popularidade. Tá difícil. Começa mentindo dizendo que vai visitar 10 Estados do Nordeste, quando só existem 7. E a situação do país, hoje, não foi criada por esse governo que estar aí mas sim, por ele e Dilma Mousse.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s