A qualidade da internet no Piauí é questionada por quem usa, pelos valores pagos e o serviços que são prestados pelas empresas na capital e no interior.  Em resumo um serviço de qualidade ruim e com um preço muito alto. Querendo mudar este panorama e de olho em um mercado que quer mais qualidade no serviço, a Vivo preparou para este  final de ano um lançamento em Teresina a internet de ultravelocidade. O tema não o foco do Blog, mas como dependo da internet para trabalhar, resolvi acompanhar o lançamento deste serviço.

A empresa fez isso para movimentar o mercado de serviço de internet por fibra ótica no Piauí.   E lançou nesta terça-feira (19), a rede de internet 100% fibra ótica, tecnologia de última geração. Na prática, segundo a empresa, a tecnologia garante  ao usuário o aproveitamento quase total da velocidade contratada. Hoje as empresas que oferecem os serviços de internet entregam bem menos do que é pago pelo usuário.

Neste novo o produto, segundo a Vivo, a empresa se propõe a fazer diferente entregar quase a totalidade do serviço contratado (segundo ANATEL as empresar são obrigadas a entregar no mínimo 40% do pacote de navegação contratado, o consumidor nunca usa a velocidade total contratada). Com uma ação de venda bem agressiva a Vivo traz para cidade de Teresina pacotes de internet com uma velocidade de  25 Mbps a 300 Mbps, com mensalidades que vão de R$ 119,99 a R$ 244,99, respectivamente isso nos casos de consumidores residenciais.

O evento foi apresentado pelo diretor da  Vivo para a Região Nordeste Ricardo Vieira e reuniu jornalistas, gestores públicos e executivos da empresa. Segundo Ricardo Vieira, a empresa, que pertence ao grupo Telefônica S.A, está investindo de R$ 35,2 milhões na implantação da rede de fibra ótica em Teresina, atendendo 26 bairros nesta primeira etapa, o que corresponde a 66 mil domicílios aptos a receber a conexão, além de 21 mil empresas. Na primeira etapa da ação operadora está disponibilizando 30,5 mil ligações.

Segundo a Vivo, o serviço está disponível   para a venda, nas regiões do Centro, Acarape, Aeroporto, Cabral, Ilhotas, Mafuá, Marquês, Matinha, Morro da Esperança, Piçarra, Pirajá, Porenquanto, Vila Operária e nas imediações da Avenida Frei Serafim.

Em janeiro de 2018, a rede de fibra da Vivo estará disponível na zona Leste de Teresina: Ininga, Horto, Fátima, Jóquei, Noivos, Planalto, São Cristóvão, São João e Zoobotânico. Em abril os  bairros: Piçarreira, Santa Lia e Morada do Sol vão receber o serviço.

Ele afirmou que o primeiro trabalho de identificação demanda reprimida, pela análise de mercado que fazemos, inclusive os serviços que são oferecidos que a concorrência cobre hoje”, destaca o diretor, que não descarta a implantação do serviço em outras cidades do estado num futuro próximo. “Oferecer um produto, uma internet de ultravelocidade e de qualidade é uma forma de estimular a economia por meio do empreendedorismo digital, que gera recursos, empregos, uma saída para a crise”, afirmou Ricardo.

Já não era tempo, o mercado de Teresina precisava de um serviço de internet de melhor qualidade é esperar que a Vivo Fibra corresponda as necessidades dos seus usuários.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s