Na semana passada um post com declarações do deputado estadual Firmino Paulo (PSDB) sobre a possibilidade de uma candidatura viável do deputado tucano Luciano Nunes Filho ao Governo do Estado provocou reações diferentes. Existem os  que acreditam, os que concordam que o tucano é um bom nome e não acreditam em sua viabilidade eleitoral, e os que simplesmente não acreditam por causa da “força de Wellington Dias”.

Um detalhe  enfraquece a ação de Luciano Nunes neste pleito de 2018.  Onde o maior adversário da oposição é a própria oposição.  Isso causado pela mudança na forma de fazer politica no Piauí. Desde que ganhou a primeira eleição em 2002, Wellington Dias usou uma tática diferente  de seus antecessores, que  perseguiam a oposição. Hoje ele enfraquece a oposição,  que lhe faz frente na Assembleia, atendendo seus pleitos. E isso deixou o ambiente politico mais favorável para o governador petista. Basta ver o atual quadro politico do Piauí, a partir da composição do Legislativo, onde a oposição só vira oposição no ano da eleição, onde alguns que não podem estar com o Governo, tem que se acomodar na oposição.

Nos últimos anos a oposição sempre ficou em torno do governo (próximo) e só rompe ou radicaliza  no ano eleitoral. Para refrescar a memoria do nosso leitor foi assim com MDB que só tem a deputada Juliana Moraes Souza na oposição (neste atual governo) e foi assim com o PT (no governo de Wilson Martins), neste ultimo apenas o deputado Cícero Magalhães foi único opositor de Martins da Assembleia.

Por isso que a oposição tem dificuldade para construir um nome. Pois não age como oposição. Nestes caso de Luciano Nunes  o deputado estadual conseguiu o queria movimentar a disputa ao Governo que estava morna até o momento. Luciano Nunes está fazendo viagens e reuniões trabalhando sua pré-candidatura. Um exemplo foi neste último sábado, um almoço entre o ex-governador Wilson Martins, o prefeito de Teresina Firmino Filho e o pré-candidato tucano Luciano Nunes Filho. Ainda é cedo para dizer como será o futuro  da candidatura, mas uma coisa é certa ele movimentou a politica.

Para muitos a eleição já está resolvida WD, já ganhou de W.O.  Mas para estes otimistas val lembrar: Atila Lira e Hugo Napoleão são testemunho da nossa história de que o já ganhou não funciona, o que vale em eleição é trabalho e voto.

Anúncios

2 comentários em “O maior adversário da oposição no Piauí é a própria oposição

  1. O governador comprou os sem caráter, daí porque desse desgoverno todo. o Poder pra quem só pensa em si e em seus familiares, é doce! Para os oportunistas e fanàticos do governador, Ele vai ser aclamado, esperem pra ver. Valeu Luciano, và em frente, os cidadãos de bem te acompanham.

    Curtir

  2. Você tem toda razão. Num estado em que um presidente de Assembleia Legislativa é eleito e reeleito por mais de 12 anos…. Fica então difícil haver oposição. Desde 2002 Themistocles é o cara. Do PMDB que serviu Wellington Dias do PT, que serviu Wilson Martins do PMDB, que está servindo Wellington Dias. … Aí Wellington substitui metade com nomeações e o que vimos é o que você escreveu.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s