O Departamento Estadual de Trânsito é um exemplo claro que esta acontecendo na gestão do governador Wellington Dias (PT). Onde o estado está cheio pessoal terceirizado As atividades o Detran estão paradas por causa da paralisação dos 400 terceirizados do órgão. E a cena se repetiu em vários outros órgãos do Estado nesta semana. Estes trabalhadores estão com até quatro meses de salários atrasados.

Este é o retrato do Governo. A atual gestão usou e abusou da contratação de terceirizados por critérios políticos e agora se vê em dificuldades para honrar estes compromissos. Nos últimos anos os governos (federal, estadual e municipais) substituíram a farra de cargos comissionados (que inchava a folha de pagamento) pela contratação de terceirizados (a fórmula moderna no bilhetinho de emprego). Outro detalhe foi a iniciativa do governador em mandar um projeto de lei autorizando o Estado a pagar direto os salários dos terceirizados. Reforçou a ideia de uso politico destas contratações, apesar que a justificativa era proteger os trabalhadores.

O governador Wellington Dias admitiu na imprensa  que o atrasou é uma herança de governos anteriores, no caso os de Wilson Martins e Zé Filho.  Em três anos de gestão de Dias os atrasos continuam e a grande quantidade de terceirizados no Estado.

Nesta quinta-feira (01) o secretário estadual da Fazenda, Rafael Fonteles, lembrou (em entrevista a Cidade Verde)  que este ano será difícil, mas  segundo ele  não há risco de atraso nos salários. Por outro lado, o gestor ressalta que só haverá reajuste de servidores públicos quando o gasto com pessoal ficar abaixo do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Ele falou que a prioridade é o pagamento das empresas terceirizadas que trabalham nos órgãos públicos. Na entrevista a TV,  Fonteles frisou que as empresas terceirizadas serão pagas.  “Na próxima semana o sistema será aberto e a prioridade número um será resolver esse passivo do ano passado que tem gerado muita dificuldade para esses trabalhadores”, anuncia Fonteles.

Mas em nenhum momento os gestores falam em reduzir os gastos com terceirizados no Estado. Tudo indica que este tipo de contratação deverá continuar em vento e polpa em pleno ano eleitoral.

Anúncios

Um comentário em “Existe salário atrasado no Governo do Piauí? Só para os servidores terceirizados

  1. Sem comentários. É feliz quem vive aqui. Olha, Bira, todos, absolutamente todos votarão pelo contimuismo. Os terceirizados, a nova forma de cabresto ou curral eleitoral.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s