O ano legislativo no  Piaui parece que começa pelo avesso. A solenidade de abertura dos trabalhos do legislativo estadual começou com a ausência de 12 deputados estaduais. De 30 parlamentares em exercício do mandatos  apenas 18 deputados apareceram para o inicio da solenidade, como mostra a  foto (acima) de Jaílson Soares.   Toda a bancada de  oposição estava ausente e também alguns governistas. Nem mesmo o presidente da Casa  deputado Themístocles Filho compareceu a solenidade (ele foi a Brasília onde reuniu-se com o presidente da República).

Um clima estranho tomou conta do Palácio Petrônio Portella, a ausência dos deputados governistas e de oposição criou um desconforto no Parlamento.

deputados costas
A foto pelo avesso. Na revista as tropas apenas os 18 da bancada governista/foto Ubiracy Sabóia

Como determina a Constituição do Estado a solenidade aconteceu. O terceiro-vice presidente da Casa, deputado Evaldo Gomes foi quem abriu e conduziu os trabalhos. O primeiro-vice presidente deputado Luciano Nunes Filho (tucano pré-candidato ao Governo) , não compareceu.  O segundo vice deputado Georgiano Neto (PSD) também não veio. Então a condução da solenidade ficou com Gomes.

Ele presidiu a sessão, lamentou a ausência dos parlamentares de oposição e ainda mandou um recado duro ao prefeito Firmino Filho. No melhor estilo mexeu com o Themístocles mexeu comigo,  Evaldo Gomes disse (sem citar nomes) que o Legislativo Piauiense deve ser respeitado principalmente por aqueles que já passaram por ele. Uma resposta mais que direta as declarações de  Firmino Filho, que fez críticas ao modo de fazer política de Themístocles (no caso Câmara de Teresina-Palácio da Cidade).

Neste cenário estranho, o que menos apareceu foi a mensagem do Governador. Wellington Dias discursou,  falou das dificuldades vencidas e dos avanços alcançados no Governo em um resumo de 2017. Em determinado momento falou como se estivesse assumindo o Governo hoje, de certa responsabilizar os problemas econômicos dos Estado a crise nacional e as gestões passadas.

Wellington Dias afirmou que para 2018 o governo possui 92 metas em seu projeto de estado. Dentre elas estão a de  integração dos municípios com asfalto, a implantação infraestrutura de comunicação via fibra óptica e o abastecimento regular de água. Outras ações voltadas à políticas desportivas, a assistência técnica rural e o fomento a cultura também são apontadas como prioritárias.

A conclusão de um conjunto de obras estratégicas é uma garantia do governo para este ano. O Rodoanel e o Centro de Convenções de Teresina, rodovias e estradas no interior e calçamento e asfalto nos 224 municípios estão entre as obras citadas pelo governador.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mesmo trazendo este relato positivo de seu Governo, o discurso de  Dias não empolgou como antes. Parece que o ano começou de forma diferente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s