No Piauí a luta pelas vagas do senado, na eleição de 2018, vai ser sem dúvida a disputa mais interessante nestas eleições. As duas vagas no Senado, que serão renovadas e teoricamente (até o momento) mostram um cenário atípico, apenas um dos senadores vai para reeleição no caso Ciro Nogueira – Progressistas.

O fato de ter uma vaga teoricamente em aberto, já que Senadora Regina Sousa – PT está encontrando muitas dificuldades em viabilizar sua candidatura a reeleição, abriu uma corrida por esta vaga.  Este fato aliado de certa forma ao desempenho abaixo do esperado de Ciro Nogueira nas pesquisas eleitorais,   despertou o interesse de pré-candidatos que concorrem no mesmo patamar de chance e estão de olho nestas duas vagas.

O cenário de 2018 para o Senado tem uma lista de pré-candidatos bem diversificada (Sem contar com Ciro e Regina que estão no mandato):  Wilson Martins (PSB), Robert Rios (DEM), Elizeu Aguiar (PSL), Antonio José Lira(PSL), Doutor Pessoa (Solidariedade),  ainda falta alguns nomes a serem definidos, como os companheiros de chapa de Doutor Pessoa e da coligação Governista que vai formar  palanque com Ciro Nogueira.

Da Câmara Municipal para o Senado  – Como nesta eleição, o eleitor terá que votar duas vezes para o Senado é natural que a quantidade de pretendentes aumente. Na chapa do PSL os dois candidatos são ex-vereadores de Teresina Elizeu Aguiar (ex-deputado federal) e Antonio José Lira  (No centro da foto) que vão compor o palanque de Jair Bolsonaro (pre-candidato  à  presidência) e Fábio  Sérvio (pré -candidato  ao governo).

Volta por cima – Wilson Martins tenta pela segunda vez a eleição para o Senado e apagar de seu currículo a derrota de quatro anos atras. Ele deve compor o palanque com deputado estadual Robert Rios, líder da oposição na Assembleia Legislativa. A composição deve ser fechada com o pré-candidato ao Governo  do Estado, deputado estadual Luciano Nunes Filho (PSDB).

Sem pé e nem cabeça – A composição mais sem sentido até o momento é da aliança Podemos com o Solidariedade.  Com um candidato ao senado Doutor Pessoa (Solidariedade), e um vice Elmano Férrer (Podemos), a dupla ainda não tem candidato ao Governo. Já que esperam uma definição de João Vicente Claudino que tenta levar seu partido PTB para a oposição.

Imagem Desgastada – O senador Ciro Nogueira que faz parte da lista dos pretendentes ao Senado também tem uma situação peculiar. Sua imagem sofre abalos graves com as denuncias relativas a operação Lava Jato. Além do mandato a reeleição ao Senado lhe garante o foro privilegiado. Mas por outro lado, Nogueira que é o único nome definido do palanque de Wellington Dias, vem trabalhando intensamente e diretamente com prefeitos e lideres políticos trazendo investimentos e algumas ações do Governo Federal.

 

 

Anúncios

Um comentário em “Eleição para Senado ou Corrida Maluca?

  1. Realmente podemos considerar como mais um “samba do crioulo doido “. Wellington Dias nada à braçadas para a reeleição mas precisa amarrar ainda mais. Para isso, como chefe do PT estadual, não sabe quem será seu vice, rifando assim a atual vice Margaret Coelho e ainda a senadora Regina Souza para o senado. Duas mulheres para dar vez a dois marmanjos. E as duas não querem abrir mão. O PT por sua vez quer chapa pura, só no Piauí. Ninguém ainda combinou com o eleitor. As chuvas estão passando, os rios baixando mas ainda tem muita água a passar por baixo da ponte. Não me surpreenderá se o próprio WD for ele o rifado. Ano de chuvas faz a gente acreditar em milagres. Amém.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s