Quando vai ser definida a reforma na gestão de Wellington Dias? Ainda não se sabe, em um momento delicado da gestão de Dias, onde todos se olham com desconfiança, pois até o momento nada de concreto foi anunciado pelo governador ou sua equipe, sobre a redução da máquina pública no Estado do Piauí.

O que ocorreu de concreto é que todos falam na necessidade de redução do tamanho do Estado, mas o que ninguém fala é como será executada a reforma e quem vai perder cargos e indicações políticas. Tudo até agora não passou de encenação, com anúncios por entrevistas vazias – como a cena protagonizada por Wellington Dias e Ciro Nogueira, em Brasília. Ou os atos seguintes com as falas do deputado estadual Francisco Limma (PT) – Líder do Governo na Assembleia e depois do MDB por meio do deputado federal  Marcelo Castro, todos reforçando a necessidade de redução nas despesas do Governo.

A assessoria do governador Wellington Dias se limitou a afirmar que este projeto com as reformas, deve ser apresentado ao Legislativo no mês de dezembro. Mas não fala sobre o tamanho do corte, quantos cargos e órgãos públicos serão extintos, qual é a previsão da economia e muito menos quem vai perder espaço político. A onda de estruturação do estado é tão sem consistência, que dá para perguntar: será que Progressistas, PT e MDB vão concordar em perder cargos e indicações de contratação de mão-de-obra terceirizada? E onde será feita a redução do aluguel de prédios e de veículos?

Essas são perguntas que o Blog do Bira espera por respostas.  Tudo está em suspense, pois no momento que o Estado aparenta estar vulnerável financeiramente, toda a sociedade espera do Governo uma ação para o equilíbrio das contas. Afinal de contas Wellington Dias se reelegeu há poucou mais de um mês afirmando que o estado estava de pé – o ou seja que as contas estão em equilíbrio.

No momento onde o Governo deve muito aos seus fornecedores, que os servidores terceirizados estão sem receber salários, onde serviços como o de transporte de pacientes (bancado pelo Governo) estão prejudicados por falta de pagamento e entre outros problemas, resta apenas  saber como será feita a engenharia financeira de Wellington Dias; e como ele vai convencer seus aliados que alguém vai ter que perder espaço e cargos no governo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s