O Blog do Bira pede desculpas ao seu leitor por uma falha técnica que impediu que o texto fosse postado no horário correto

O Governo do Piauí comemora com a alegria de um gol em final de campeonato o anúncio de muito dinheiro que vem por aí. Nos últimos dias o Governo vem anunciando o fim da crise que provocou atrasos de pagamentos e paralisia de várias atividades. Tudo por causa da possibilidade de liberação de um total de R$ 3,5 bilhões em recursos diversos – até o ano de 2020.

A notícia veio como a tábua de salvação financeira, dinheiro chegando de forma rápida. Na lista do Estado estão: R$ 293 milhões relativos à segunda parcela do empréstimo do Fundo de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa I), da Caixa Econômica Federal que estava retidas na Justiça por trapalhada na aplicação dos valores da primeira parcela do empréstimo.  A segunda bolada é do Fundef mais de R$1,5 bilhão que será pago como precatório até 2020. O Piauí é o primeiro Estado a ter o pagamento do precatório determinado pela Justiça.

Somando nesta conta o Governo do Piauí está brigando por mais recursos em outras duas ações no Supremo Tribunal Federal. Em uma delas cobra R$ 900 milhões da União relativa a venda da Cepisa, pela sua parte no negócio. E a outra ação geraria mais R$ 400 milhões para os cofres estaduais relativa a retenções indevidas do Fundo de Participação do Estado.

Os governadores de um modo geral reivindicam que os recursos do pré-sal que compõem o fundo social sejam transferidos para Estados e municípios. O governo federal já determinou que parte dos R$17 bilhões que compõem o fundo sejam transferidos até 2020. Com essa decisão o Piauí receberá mais R$ 400 milhões. Assim como um time que joga ruim em final de campeonato o governo do Piauí tenta vencer para deixar a zona de rebaixamento e vê nesses recursos extras a recuperação financeira do estado.

A preocupação é com a capacidade de gestão desses recursos já que a crise financeira do estado, de certa forma, foi provocada pela a falta de cuidado na gestão, feita pela mesma equipe que continua com Wellington Dias no seu quarto mandato. Será que a aplicação do dinheiro será feita como manda a boa gestão, dos recursos públicos?

Nesse aspecto o Piauí não pode reclamar, dinheiro chega!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s