Mão Santa fez o ato e Wellington Dias paga o pato. Ou melhor a conta.

Em 1995, o então governador Mão Santa queria resolver um problema: a falta de recursos e cortou os salário de servidores da Sefaz. O que ele não imaginava que iria criar uma conta de R$ 800 milhões que será paga agora, em 2019, na gestão de Wellington Dias.

Anúncios